Bloqueio Seletivo Whatsapp usando Iptables

0
27637

Olá, meu nome é Thiago Ferreira e sou um dos colaboradores do PrefiroLinux, hoje mostrarei como podemos executar um bloqueio seletivo  de whatsapp e facebook usando apenas o iptables. Muito útil em ambientes onde se usa proxy transparente e não há  a possibilidade exectuar os devidos bloqueios e liberação pelas ACL’s do squid.
Aqui faremos de uma forma simples que requer apenas o conhecimento dos ips a serem bloqueados , estes se tratando da rede interna. E os ips que serão liberados, no caso apresentado os ips de nível publico.
Aqui deixo o script de forma bem simples, comentada e bem apresentado, inclusive com a notação de que cada comando fará, como o iptables tratará as regras básicas descritas.
Esse conteúdo originalmente foi incluído em minhas rotinas de bloqueio por volta de junho de 2015, após pesquisas feitas principalmente no linuxquestions.org e adaptado as minhas necessidades. Então, para futuras duvidas e buscas a base de busca deve ser o linuxquestions.
Sendo que aqui no nosso fórum temos o devido espaço para quaisquer esclarecimentos, vide;
http://forum.prefirolinux.com

As linhas são auto explicativas,  os comentários devem permanecer com o “#” antes das linhas que não são parte do script afim de evitar quaisquer erro de leitura do bash.

Criem os arquivos, bloqueio_seletivo, ipsliberados e ipsinterno

$nano /usr/share/bloqueio_seletivo
e dentro dele insira o seguinte script


Na lista de ipsliberados entre com os ips disponiveis no proprio site do whatsapp: https://www.whatsapp.com/cidr.txt .
Basta adicionar a lista a um arquivos em “/usr/share” :
$nano /usr/share/ipsliberados
Como exemplo, poderiamos ter uma serie de ips nessa ordem:

31.13.58.55
31.55.44.77
178.88.14.100

Adicione os ips, e crie um novo arquivo para inserirmos os ips da rede interna:

$nano /usr/share/ipsinterno

Em ipsinterno insiram os ips da sua rede, lembrando de seguir a seguinte regra.
Ips que serão bloqueados devem conter o “#” antes, pois o cut fará a leitura levando em consideração que esses são os unicos que devem ser tratados.
#10.10.10.44
#10.10.10.24
10.10.10.8
No caso acima, somente os dois primeiros serão bloqueados de acessar os serviços dos “ipsliberados”,  o “10.10.10.8” terá total acesso ao trafego.

Caso deseje, liste apenas os ips permitidos, sem a necessidade de usar o “#” antes do ip, ficando assim:
10.10.10.55
10.10.10.22

Aqui um exemplo do script limpo e sem comentarios…

Lembrem-se, leia todo o conteúdo do post inclusive do script para melhor entendimento.
Suporte no forum do prefirolinux.
Boa diversão

 

 

LEAVE A REPLY